Fazer um pacto antenupcial
  • 01

    Liberdade

    O casal pode escolher livremente que tipo de regime de bens deseja para a sua relação, podendo inclusive combinar as regras dos regimes existentes.

  • 02

    Confiança

    O casal terá a assessoria imparcial com relação ao regime de bens que melhor se ajusta às suas necessidades: comunhão parcial, comunhão universal, separação de bens ou participação final nos aquestos.

  • 03

    Precaução

    O casal pode especificar quais bens cada um tinha antes de casar, evitando confusão patrimonial.

  • 04

    Segurança

    A questão da propriedade e da administração dos bens fica resolvida antes do casamento, evitando brigas e problemas futuros sobre a relação patrimonial.

  • 05

    Tranquilidade

    Os interessados podem estabelecer regras não patrimoniais como divisão de tarefas domésticas, direito de visita aos animais de estimação em caso de eventual divórcio etc.

  • 06

    Igualdade

    Casais do mesmo sexo podem fazer o pacto antenupcial para assegurar seus direitos.

  • 07

    Fé pública

    O documento elaborado pelo tabelião de notas garante autenticidade, eficácia e segurança jurídica ao ato.

  • 08

    Economia

    O pacto antenupcial tem custo baixo e preço tabelado por lei estadual, independente do valor do patrimônio do casal.

  • 09

    Agilidade

    O casal deve comparecer ao cartório de notas com os seus documentos pessoais e o pacto será feito com rapidez e sem burocracia.

  • 10

    Independência

    É livre a escolha do tabelião de notas independente do domicílio das partes ou do local de realização do casamento.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados.